Diabete mal controlada agrava problemas de circulação

15/4/2011 - Diário de Canoas


Calcula-se que metade dos pacientes com mais de 60 anos apresenta o chamado “pé diabético”. Uma doença que pode ser evitada. Tais alterações podem causar neuropatia, úlceras, infecções, isquemia ou trombose. Elas começam a ocorrer, em geral, quando as taxas de glicose permanecem altas durante muitos anos. Se não for tratado, o pé diabético pode levar à amputação. Segundo o Ministério da Saúde, 70% das cirurgias para retirada de membros no Brasil têm como causa diabete mal controlada: são 55 mil amputações anuais. Manter a taxa glicêmica sob controle e fazer exames regulares são fundamentais para evitar tais complicações.

1. A pessoa com pé diabético tem sintomas como: formigamentos; perda da sensibilidade local; dores; queimação nos pés e nas pernas; sensação de agulhadas; dormência; além de fraqueza nas pernas. Tais sintomas podem piorar à noite, ao deitar. 

2. Os sintomas são mais frequentes após alguns com diabete mal controlada. Muitas pessoas passam a apresentar problemas de diminuição de circulação arterial e de sensibilidade em pés e pernas. 

3. A prevenção é a maneira mais eficaz de evitar a complicação. A medida principal é manter os níveis da glicemia controlados; exame visual dos pés, diário; e avaliação médica periódica.

4. Pacientes com diabete tipo 1 e tipo 2 devem passar, regularmente, por avaliação dos pés. 

5. Deve-se verificar a existência de frieiras; cortes; calos; rachaduras; feridas ou alterações de cor. Uma dica é usar um espelho para se ter uma visão completa. 

6. É preciso manter os pés sempre limpos, e usar sempre água morna, e nunca quente, para evitar queimaduras. A toalha deve ser macia. 

7. Use meias sem costura. O tecido deve ser algodão ou lã. Evitar sintéticos, como nylon. 

8. Antes de cortar as unhas, o paciente precisa lavá-las e secá-las bem. Para cortar, usar um alicate apropriado, ou uma tesoura de ponta arredondada. O corte deve ser quadrado, com as laterais levemente arredondadas, e sem tirar a cutícula. É melhor conversar com o médico sobre a possível causa do aparecimento dos calos. 

9. É melhor que os pés estejam sempre protegidos. Inclusive na praia e na piscina. 

10. Os calçados ideais são os fechados, macios, confortáveis e com solados rígidos, que ofereçam firmeza. Antes de adquiri-los, é importante olhar com atenção para ver se há deformação.

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Dê sua opinião sobre este conteúdo

Nuvem de tags deste conteúdo

Comentários sobre este conteúdo

Seja o primeiro a comentar este conteúdo!

Cadastre seu comentário!

1382 Usuários On-Line




Surgyplast


Novos Associados

Bem-vindos:

  • José roberto - SP
  • Erick - SP
  • Regina - MG
  • Daniel - RJ
  • Rosana - SP
  • Ana maria - se
Noticias
  • Pesquisa
  • Associe-se
  • Fórum

Acompanhe nosso arquivo de conteúdo:

» « Setembro - 2014
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

As informações apresentadas a você pelo DiabeteNet contém informações gerais.
Nenhuma informação deve ser interpretada como tratamento, diagnósticos, conselhos médicos e não deve substituir a orientação do seu Médico.